AS ENERGIAS DE CURA ESTELAR DE SANANDA
Mensagem de Sananda e da Deusa da Criação canalizada por Shelly Dressel,
15 de Maio de 2011

 

Esta canalização teve lugar na véspera da Lua Cheia de Wesak. Para aqueles que não estão familiarizados com isto, Wesak é um festival que acontece anualmente e tem a ver com a fusão de Buda e de Jesus enquanto regressam à Terra para ajudar a trazer mais luz. Isto acontece tradicionalmente em “Shamballa” – Sananda usava este nome para um lugar também conhecido por “Shambrahla” ou “Shangrilla”, mas a experiência consciente pode acontecer em qualquer lugar. É uma oportunidade de expandirdes verdadeiramente o vosso conhecimento consciente e a vossa luz.

Durante esta canalização, Sananda vem para o Tudo o Que É e a minha percepção dele foi como de uma nuvem. Dessa nuvem saíram 4 raios de energia representando Buda, Jesus, Krishna e Maomé. Enquanto Sananda começou a falar connosco, Ele realçou que Abraão também tinha descido, assim havia cinco energias no total. Estas cincos energias representavam as religiões principais ligadas em Sananda. Não representa todas as religiões do mundo, de maneira nenhuma. De facto, se assim o desejardes, podeis invocar qualquer figura que escolherdes.

Sananda falou longamente e começou por ajudar todos a ligarem-se com as suas energias do Corpo de Luz. Uma vez feito isto, Ele criou um portal que permitiu que todos descessem para Shamballa. Ele falou de Buda, de Jesus, de Krishna, de Maomé e de Abraão como a criação de uma estrela de cinco pontas. Dentro desta estrela estava Sananda, Deus, a Deusa, nós e Gaia. Isto criou uma estrela de cinco pontas dentro da outra. À medida que todos começaram a fluir a energia para Sananda Ele levantou as Suas mãos por cima da cabeça e tudo isso fluiu através Dele para um chuveiro de energia. A luz foi extraordinária!!!

Isto criou uma conexão na comunidade que transcendeu as crenças terrenas. Havia tanta paz e equilíbrio por todo o mundo e universo. Eu convido-vos a desfrutar desta experiência.

Shelly


 Nama sika; venia benya EU SOU Um, EU SOU o Todo

Eu vos saúdo, amada família. Eu alcanço cada um de vós enviando o meu amor, enviando o meu alinhamento convosco, enviando a minha consciência de quem sois. Enquanto o faço, posso sentir as vossas energias conforme elas se movimentam para dentro e para fora, não só do vosso corpo físico mas através dos vossos aspectos não físicos.

À medida que Eu permito que as minhas energias fluam dentro de vós, posso também ajudar-vos a encontrar a energia ou luz que ressoa mais convosco. Enquanto sentis as energias deslocarem-se e movimentarem-se, convido-vos a deixardes que a vossa atenção se desloque pelo vosso corpo, tornando-se consciente sobre se existe algo em particular que pareça fora de equilíbrio ou de sintonia.

Permiti que o vosso foco vá para esse espaço, por agora senti a Minha presença à medida que Eu me desloco através dele e, então, respirai conscientemente e libertai todas as tensões, todas as energias. A partir daqui, à medida que vos sentis muito presentes e aterrados no vosso corpo físico, deslocai o vosso foco ou consciência de modo a poderdes alcançar, a permitir que as vossas energias se alinhem com a grade magnética.

Consoante chegais dentro deste espaço, deixai que as vossas energias fluam em qualquer direcção que elas possam levar-vos. Estes são caminhos de luz e deslocam-se através deste espaço, criando formas de alinhamento e de comunicação. Enquanto estais prontos para o fazer, senti mudardes o foco como se estivésseis a alcançar o universo; deixai que a vossa energia se desloque para a rede cristalina.

Aqui dentro, permiti que a vossa consciência ou foco se expandam ainda mais. Aqui não tendes a atracção magnética da Terra. Aqui tendes acesso a tudo o que está no universo. Aqui, podeis sentir aquelas energias cristalinas e vibrações conforme elas se deslocam através deste espaço, mas também através de vós. Alinhai o vosso foco para se deslocar mais uma vez; desta vez chegais ao plano da alma. À medida que aqui chegais ao plano da alma, podeis sentir as vossas energias consoante elas se movem através de tudo o que aqui está.

O plano da alma consiste numa dimensão ou alteração de consciência que está em alinhamento com a maior parte da vossa presença Eu Sou. Podeis ter a sensação de verdes esta vossa essência como algo separado de vós ou podeis senti-la como se ela viesse de dentro. Eu convido-vos a alcançardes ou permitirdes que todas estas energias se expandam e fundam plenamente na vossa consciência. Consoante vos sentis dentro deste espaço, podeis descobrir essa sensação de chegar a casa; podeis descobrir essa sensação de serdes mais do que sois neste momento. Deixai que tudo isso flua através de vós.

Eu, a Deusa, caminho neste espaço; alcanço cada um de vós e, enquanto me misturo convosco, as nossas energias mudam para o espaço de Tudo o Que É. À medida que aqui chegais, deixai que as energias se expandam de tal maneira que sentis ainda uma maior sensação de quem sois. Aqui em Tudo O Que É, tendes a capacidade de praticar a vossa criação. Convido-vos a fazê-lo neste momento. Se sentirdes esta energia ou essência que sois vós começar a fluir de tal maneira que se expanda, deixai-vos abrir para verdes o que está dentro e ao vosso redor agora.

À medida que inspirais, sentis ainda mais quem sois; à medida que expirais, irradiais tudo para fora de vós com este sentido maior de quem sois ou da vossa presença. Convido-vos a empurrardes os limites da vossa percepção porque cada um é, na verdade, ainda mais do que o que pensa que é. Assim, se estais a empurrar ou a expandir o vosso campo de energia ainda numa maior extensão, permiti que tudo se movimente.

Eu convido-vos a terdes a sensação de olhardes à volta; à medida que o fazeis, podeis ver ou talvez sentir Sananda visto que as Suas energias estão a dirigir-se para este espaço. Ele escolhe mostrar-se como esta essência de consciência que, por falta de melhores palavras, se parece como uma nuvem e depois descendo dessa nuvem vedes a caminhar na vossa direcção Buda, Jesus, Krishna e Maomé. Conforme cada um deles caminha na vossa direcção, tende a sensação de verdes o alinhamento das suas energias, mas também a essência única que cada um deles emana.

Inspirai de forma suave e fácil, sentindo os vossos sentidos mudarem e expandirem-se. Expirai qualquer resistência ou algo que vos possa impedir de perceberdes plenamente quem está aqui à vossa volta. Sananda irá falar-vos num momento, mas antes Eu convido-vos a alcançardes conscientemente as energias do vosso Corpo de Luz. Para alguns, estais automaticamente em sintonia com o sentimento da vibração desta essência. Outros, aproveitai um momento para sentirdes de forma consciente a sintonia que ocorre em vós à medida que permitis que esta energia se funda com a vossa consciência. Está aqui, está presente em todos. Por vezes, estais mais cientes disso do que os outros.

À medida que as energias do Corpo de Luz se afinam com quem sois e com tudo o que está a acontecer na vossa vida, isso irá criar novas transmissões de energia e de luz. Podeis ainda ter a sensação disto como novos caminhos que se movimentam através de vós. Nós deslocamo-nos e convidamos Sananda a chegar-se à frente para poder falar convosco neste momento.

Fala Sananda:

Saudações queridos amados; Eu estendo a Minha mão para cada um de vós convidando-vos a segurarem nela enquanto vamos numa jornada muito especial esta tarde.

Todos os anos por volta desta altura nós falamos do Festival de Wesak, que é tradicionalmente conhecido como o alinhamento de Buda e de Jesus e a vibração da essência da Minha alma enquanto ela vem para a Terra. Este ano, Eu gostaria de fazer uma mudança subtil, bem, não tão subtil assim.

Enquanto a Deusa estava a falar destas energias que vinham do fundo da essência da Minha alma, Ela viu os quatro que estavam a caminhar em fila; há na verdade Abraão, que está aqui connosco neste momento. A sua energia no momento de descer para este espaço estava numa vibração diferente o que o tornou invisível ou, de algum modo, misturado com as dos outros. Assim, na verdade, há cinco aspectos principais de Mim mesmo que encarnaram na Terra de uma maneira que criou algumas mudanças permanentes.

Está a chegar o tempo em que a Terra estará ainda mais unida do que era nesse tempo. Há uma linha de energia que alinha as religiões que são baseadas em cada um destes indivíduos e, de facto, Eu posso ouvir as pessoas perguntarem, há mais? Absolutamente, estas são apenas as cinco que vieram neste momento e são de uma vibração semelhante de dentro de Mim.

Há muitos, muitos aspectos femininos da religião que estão fora disto, alguns deles vêm da Minha essência, alguns vêm de outras. A minha intenção com esta experiência é que cada um sinta esse alinhamento e esse equilíbrio de um para o outro e depois Me ajude a ancorar esse equilíbrio dentro da Terra.

Eu pedi à Deusa para trazer a vossa consciência das vossas energias do Corpo de Luz porque vai ser o canal para a mudança neste momento. Eu abro o espaço no centro deste grupo que está reunido aqui e, neste momento, e sim, este grupo inclui todos os que lêem ou escutam isto não importa quando for. Então, ele abre-se e as cinco energias criam uma coluna de luz que vai permitir que cada um de vós siga com elas conforme elas regressam à Terra.

Agora é conhecido que, durante o Wesak, Buda e Jesus regressam à Terra; Maomé, Krishna e Abraão também regressaram à Terra em diversas épocas e formas. Desta vez, convido-vos a segui-los à medida que vamos para o portal que vos leva para Shamballa. Vós encontrais-vos a fundir-vos com as suas energias, encontrai-vos a sair e estais aqui dentro deste espaço. Olhai à volta para as montanhas que aqui estão. Olhai à volta para as pessoas que estão aqui dentro deste espaço em que estais. À medida que as cinco chegam a este espaço, elas espalham-se e, se olhardes para elas à distância, é como se cada uma fosse uma ponta de uma estrela. Esta estrela cria uma abertura para o vórtice que leva uma para a Terra ou para Shamballa.

Alguns pensam que isto está no cimo da Terra; alguns pensam que está dentro da Terra, que é isso e mais. Este é um vórtice muito poderoso. É um lugar para onde as pessoas vieram em muitas ocasiões diferentes, alguns perguntam, é um local físico? Na verdade é, no local que podeis chamar de Himalaias. Podeis perguntar, como o encontramos? Seguis o coração.

À medida que permitis que as vossas energias do Corpo d Luz comecem a fluir com mais vibração consciente ou mais energia consciente, permitis que isso afecte a vossa consciência e a vossa percepção de modo a deslocar-vos para uma dimensão diferente. Então, talvez possais senti-lo dentro do corpo físico mas, simplesmente usando a intenção de permitirdes que isto flua através de vós abre-vos uma porta dentro da consciência para que possais ver na vossa frente o que parece ser uma cidade. É uma cidade tal como retratada pelos tempos antigos; é uma cidade que vive em dimensões diferentes.

Eu chamo isto para a vossa atenção porque vamos usá-lo como um foco ou intenção. Convido-vos a olhardes em redor, abrirdes a percepção de verdes com quem estais. Pode ser um dos grandes professores; pode ser a vossa família da alma, pode ser que vos encontreis num espaço de suspensão. Onde quer que estejais é exactamente onde precisais de estar neste momento.

Se voltardes e tiverdes esta experiência noutra altura, podeis encontrar-vos num espaço completamente diferente, de modo a que possais vivenciar múltiplas percepções do que está prestes a acontecer. Muitos estão a pairar acima do chão. Alguns sentem-se como se estivessem imersos dentro do chão mas, contudo, tudo isso parece completamente confortável.

Eu, Sananda, revelo-Me a Mim mesmo no centro desta estrela. Ao meu lado vedes Gaia, do meu outro lado vedes a Deusa da Criação, em frente a Energia da Fonte Divina e, por trás, a Consciência da Humanidade. Nós criamos um equilíbrio com esta estrela que vós criastes. E, consoante trabalhais com as vossas energias do Corpo de Luz, podeis aumentar o fluxo ou diminui-lo, conforme escolheis. Podeis também achar que a vossa percepção se torna mais aguçada ou menos distinta, conforme o escolheis.

Agora Eu, Sananda, convido todos os que aqui estão a terem a sensação de me alcançarem e a enviarem um fluxo que envolva a energia equilibrada de quem sois e, à medida que Eu recebo esta energia de todos, Eu envio-a directamente sobre a Minha cabeça para fora das Minhas mãos e isso cria uma fonte de luz brilhante. Estou a integrar todas estas energias equilibradas de todas estas religiões mundiais, as principais que estão associadas coMigo, devo dizer, dessas energias da Terra e do Universo, dessas energias da consciência colectiva e de todos vós. Tudo isso se une em Mim. Eu fundo-as em equilíbrio e envio ainda mais com este chuveiro de luz.

À medida que este chuveiro envia estas vibrações de energias ainda mais equilibradas e integradas, tende a sensação de estardes aqui como se estivésseis num banho destas energias, senti como elas se deslocam através de vós e, desta vez, Eu convido-vos a enviá-las para a Terra. Isto vai permitir-vos a oportunidade de integrardes estas energias. Dá-vos também a oportunidade de limpardes os vossos próprios corpos energéticos de modo a poderdes sentir directamente tudo o que sois.  

Aqui dentro do espaço de Shambala, podeis sentir uma ressonância por tudo o que está a acontecer, o seu impacto. Consoante olhais à volta para esses líderes que estão aqui, abri os vossos sentidos e ireis, muito provavelmente, ver que vós também tendes sido influentes neste tipo de definição. Haveis tido experiências como professores espirituais. Haveis sentido a responsabilidade e o entusiasmo de estardes aqui neste espaço antes. Isto está a activar a vossa energia do Corpo de Luz a um grau ainda muito maior. Eu solto estas energias, esse fluxo de energia que vem de todos os presentes liberta-se e regressa para dentro de vós.

Convido-vos a olhardes à volta, verdes de que se trata este espaço, verdes o que surge na vossa consciência. Haveis vivido aqui, quando era habitado? Há uma mensagem para vós neste espaço? Gostaríeis, talvez, de falar com alguma dessas energias que criaram estas várias religiões? Se assim é, agora é o momento de o fazerdes. Podeis ter grandes quantidades de informação a deslocar-se na vossa consciência simplesmente sem intenção de vinculação.

Estas energias deste portal em Shamballa vão para a Terra e deslocam-se através dela e depois sobem através da consciência colectiva de todos os que estão aqui presentes e, desta forma, há um equilíbrio entre as religiões que equilibra a intenção dessas pessoas poderem honrar e respeitar as suas diferenças, de poderem reconhecer que a diversidade existe apenas como um meio de criar uma zona de conforto para cada indivíduo.

Enquanto estas energias continuam a fluir é como se houvesse tensão, stress e essas outras coisas que têm sido uma parte dessas assim chamadas lutas religiosas na Terra. À medida que esta tensão é desprendida, isso faz desaparecer a necessidade ou o desejo das pessoas lutarem umas com as outras e Eu envio isto para fora. Cada um de vós sente-se cada vez mais confortável dentro desta dimensão, não é? Estais a entender mais acerca do que tem estado aqui no passado e do que está neste momento.

Senti as Minhas energias enquanto Eu Me fundo com cada um de vós e com os Meus cinco líderes. Eu irei devolver o espaço à Deusa, mas agradeço-vos por terdes escolhido vir, vivenciado e Me terdes ajudado com esta experiência de equilibrar as energias das religiões do mundo.

Ansalauia

 

A Deusa fala:

Eu a Deusa, entro, para continuar mais uma vez a guiar-vos nesta jornada. Convido-vos a olharem nos meus olhos e verem toda a luz cintilante que está aqui. À medida que vos tornais cientes desta luz e desta energia, podeis ver que há cada vez mais vibração cristalina a ressoar de dentro. Para alguns pode parecer como se estivessem dentro da Terra, para outros pode ser como se estivessem à superfície da Terra e ainda outros têm tido estas experiências, este olhar para baixo para a Terra a partir do Universo.

Sananda criou um imenso cristal com vários pontos de luz e energia que geraram uma imensa fusão destas energias. Na realidade, esta mistura é como é ser Sananda. Então, Ele simplesmente se permitiu, a partir desse espaço, ser trazido para baixo e integrar-se mais plenamente nestes espaços dentro e sobre a Terra.

Portanto, vai estar muito mais prontamente disponível para cada um de vós. Vós tendes a energia distinta do Corpo de Luz. Aproveitai esta oportunidade enquanto ainda estamos aqui na Terra para vos aclimatizardes com ela, como parece para vós. Enquanto o fazeis, permiti que ela ilumine a vossa vida agora. Podeis encontrar-vos a voltar para o espaço no qual viveis ou no qual estais, neste momento presente. Olhai em redor; abri-vos para sentir o que isto representa.

De momento, Eu convido cada um a sentir-se voltar para dentro de Tudo O Que É. Como digo, é como se imediatamente vos teletransportásseis de onde estais para aqui e encontrásseis as vossas energias à medida que elas se adaptam a Tudo O Que É, uma vez mais. É como se tivésseis que passar por um subtil ajustamento. À medida que tudo se torna mais confortável para vós, Eu peço-vos para terdes a sensação de vos desprenderdes do Tudo O Que É e permitirdes que a vossa consciência, mais uma vez, se desloque dentro do espaço do plano da alma. Na verdade, por causa do trabalho que acabámos de fazer, não é necessário trabalhar com o holograma desta vez. Já haveis infundido tudo directamente para a Terra.

Enquanto estais aqui no plano da alma, podeis sentir a sensação de quem sois, mas talvez tenhais uma maior percepção das energias que estão à vossa volta. Agora, estas energias podem dar a sensação de outras vidas ou de outras existências vossas.

A vossa presença Eu Sou consiste na soma total das vossas experiências de vida ou, devo dizer, daquelas que tiveram impacto em vós. Acreditem ou não, algumas pessoas terão uma vida inteira na Terra e, quando voltarem e se misturarem com a sua divindade, será como se se estivessem a misturar com um alinhamento que já está presente e, portanto, não a criarem algo de novo ou diferente.

À medida que assimilais tudo o que está aqui, pode ser que haja informação disponível para vós, abri-vos para receber o que possa ser. Enquanto aqui estais misturados com a vossa divindade inspirai conscientemente, criando um fluxo mais profundo com a energia do Corpo de Luz e enviai-a, primeiro do que tudo, para a vossa divindade e vereis como as coisas mudam e se adaptam para que haja um maior equilíbrio destas energias.

Se isto estiver concluído, Eu convido-vos então para fazerdes o mesmo olhando para a vida que viveis agora. O que é muito interessante é que Eu vejo uns quantos de vós enquanto olhais para a Terra através desta consciência do Corpo de Luz. É como se nós víssemos um fluxo de energia a ir para mais do que uma existência de vida. Algumas dessas existências podem ser em outras molduras do tempo, dentro da história ou do futuro; algumas deles são muito semelhantes àquela em que estais agora mas, muito provavelmente, num local diferente.

À medida que o véu se torna mais fino, nós convidamos-vos para estardes cientes de que há ainda mais conhecimento e consciência que está mais perto de vós do que alguma vez antes. Há muito mais disponível. Tendes vindo a pedir-Me se é possível saber mais sobre o que se passa e esta é uma forma de isso acontecer.

Convido-vos a deslocardes a consciência para que, mais uma vez, possais fundir-vos com a grade cristalina. Está ainda mais iluminada do que quando viestes na primeira vez. Existe um tal fluxo, uma tal essência vibracional que emana daqui e, essa essência, bem, poder-se-ia chamá-la de um novo tipo de consciência colectiva. Esta vem de todos aqueles que estão em sintonia com esta energia cristalina. São aqueles que são conscientes das suas energias do Corpo de Luz, é uma consciência do Universo, mas em alinhamento com aqueles da Terra. Abri os vossos sentidos para sentir o que isso possa ser para vós.

Á medida que estais prontos para o fazer, permiti-vos voltar para dentro da grelha magnética, este é o espaço em que mais uma vez sentis a atracção magnética da Terra. Enquanto entrais neste espaço, encontrai aquele equilíbrio vibracional de quem sois. Permiti-vos deixar os sentidos fluírem assimilando tudo o que está aqui e tudo o que está acontecer em vós e na Terra. Abri os sentidos para verdes a transformação que se está a espalhar à volta do mundo por causa dessa energia equilibrada apresentada por Sananda.

As pessoas têm pedido pela paz mundial durante muitos, muitos anos. É uma base muito sólida para fazer surgir a manifestação ou criar essa manifestação. Este é só um aspecto mas é, na verdade, uma energia muito generalizada; assim, à medida que esse equilíbrio começa a ser integrado por todos os que estão envolvidos por essas diversas religiões, ela expandir-se-á a partir de lá. Convido-vos a sentirdes, então, as vossas energias enquanto elas descem, deslocando-se de volta para dentro e ao redor de vós como o humano que sois nesta vida.

Permiti que as vossas energias corporais se expandam de modo a que possais integrar mais completamente a pessoa expandida que sois. Convidai, de forma consciente, essa energia do Corpo de Luz a girar dentro e à vossa volta criando um fluxo constante. Conforme permitis que isto se movimente, deixai que o vosso foco e energia venham mais plenamente de volta para dentro da vossa presença física.

E nós enviamos os nossos agradecimentos e a nossa consciência para todos aqui. Agradecemos-vos sempre por esta oportunidade de serdes capazes de trabalhar connosco, não somente com a lua de Wesak, mas também de criar uma mistura tão profunda destas energias que irão criar um equilíbrio e uma nova comunicação de uma religião para outra, de uma pessoa para outra, de todos os vários níveis de vós que vivem na Terra.

Eu homenageio e respeito cada um de vós pela experiência que tivestes esta tarde e incentivo-vos a voltardes a Shamballa, tanto quanto sentirdes que é necessário fazê-lo e a deixardes que as vossas energias se deleitem nesse espaço de quem sois verdadeiramente uma integração cada vez maior da vossa própria energia do Corpo de Luz. 

Eu estou sempre convosco e dentro de vós.

Ansaluia

 

Shelly Dressel a canalizar a Deusa da Criação. Todos os direitos reservados. Convidamo-lo a partilhar esta informação, mas pedimos que não retire nenhum excerto do corpo do texto e que respeite os direitos autorais desta mensagem. Para mais informações, por favor visite o nosso sítio na Web: www.goddesslight.net

Fonte:http://spiritlibrary.com/

Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com

 

Gostou! Indique para seus Amigos.

|Topo da Página|    |Voltar Menu Deusa da Criação|   |Voltar Home|