DE VOLTA A LEMÚRIA
Kryon através de Lee Carroll - quarta canalização
Canalização principal de Kryon em 08-08-08

Saudações, meus queridos. Eu sou Kryon, do Serviço Magnético. Eu digo isso tão frequentemente! É uma saudação padrão, mas é uma que nunca sai. A energia do amor do Espírito tem estado nesta sala durante todo o dia. Tem havido um irresistível crescimento energético aqui, nestas horas convosco.

Nem todos vós estais a sentir ou a perceber a epifania ainda, o que realmente está a acontecer. Esta não é uma sessão professoral. É uma celebração. Nós devemos celebrar o óbvio primeiramente: que estais aqui! Havia um velho plano, numa energia velha, que planejastes. Havia o potencial de que vós não estaríeis aqui. Muito plausível era este plano e os profetas, os videntes, viram-no. Os avós o conheciam. Vós o conhecestes. As escrituras o contaram e os indígenas o previram. Estivestes num plano segundo o qual agora a humanidade já não existiria em 08-08-08. Vós podeis ver isto refletido nas escrituras, nos videntes, nos profetas. Podeis dizer, “onde erraram”? A resposta é não! O potencial estava correto, mas esta é a verdade, queridos seres humanos: escreveis os vossos futuros enquanto caminhais.

Nós falamos destas coisas. Muitas vezes a vossa frustração, trabalhadores da luz, é que não sabeis o que se passa. A frustração é, novamente eu vos digo, que não sabeis onde deveis estar, o que deveis estar a fazer e por que as coisas estão a se passar como estão. Vós implorais a Deus por uma resposta! Eu vos digo que o Espírito pode apenas vos olhar e dizer “o que fareis?”. Quando o fizeres, nós ambos o saberemos! Não gostais disso. Não gostais disso. A questão é sempre a mesma: “o que eu devo fazer?”. Eu vos dou a resposta novamente, assim como eu fiz antes: “deveis fazer o que quer que seja que aumente a paixão do amor de Deus neste planeta, o amor de humanos a humanos, a compaixão de humanos a humanos. Fazeis isso e estarás no lugar certo no tempo certo”. Essa é a resposta!

“Kryon, o que eu devo fazer com a minha vida?”. Tenha compaixão uns com os outros e a sincronicidade irá ser aplicada a todos. Assim achareis o caminho, conhecido apenas por cada um de vós. “Quer dizer que não há nenhum plano mestre?” Oh, há muitos! Muitos. Os potenciais estão lá para muitas coisas que podeis fazer. Nós não sabemos qual deles escolherás.

“Kryon, eu não estou certo de que gosto disso! Eu quero que seja dito qual direção eu devo tomar!”. Isso, meus queridos seres humanos, é a diferença entre a velha e a nova energia. Aqui sentais, em 08-08-08. Há muitos que estão a dizer, “há uma canalização ao vivo aqui, mas o que isto realmente significa?”.

Eu vou dizer o que significa, mas eu não quero que esqueçais que sentais na energia mesma de 08-08-08 porque mudastes o vosso futuro. No processo de mudar o futuro, mudais muitas outras coisas no planeta. A energia mesma daqueles poucos – menos de 0,5% por cento da humanidade -- que estão a trabalhar neste quebra-cabeças, tem mudado o planeta. E nós dizemos outra vez que quando há apenas uma pequena quantidade de luz, numa grande quantidade de escuridão, toda a escuridão é afetada, entendeis? Toda ela é afetada. Não é preciso muita luz para se livrar da escuridão. Na última vez em que estivemos juntos eu vos supliquei para não procurardes estruturas nem regras, mas que apenas sedes. Eu vos disse, “por favor, não chegais à conclusão de que previamente sabeis o que deveis ser nem o que deveis fazer; apenas sedes”. E se tivésseis seguido os conselhos do profeta Nostradamus? Estaríeis desapontados que não morrestes todos numa guerra nuclear? Alguns estariam desapontados. “Ao menos eu saberia o que eu deveria fazer”, diriam. Há aqueles assim. Leiam Nostradamus. Achai o que ele disse quatrocentos anos atrás; nada disso aconteceu nem acontecerá. É quase como se houvesse um planeta que tivesse mudado tão completamente que um outro teria tomado o seu lugar e vós de algum modo tivésseis saído dele e ido para um novo. Isso é o quão diferente ele é!

Agora sentais no lugar da criação e perguntais, “o que é isto, 08-08-08? Há tantos oitos lá”. Deixai-nos fazer do oito o assunto. Vós escutastes hoje a energia do número oito como dada pela professora Bárbara. Vós escutastes o que o Espírito deu a ela sobre a energia e o significado dos números. Isso é para que possas digerir o que isto significa para vós.

Se olhais o número oito, na sua forma mais simples e em qualquer idioma, vereis que há algo que aparenta ser dicótomo (há um oposto) do que eu ensino: responsabilidade, estrutura, praticalidade e manifestação. Não gostais de três das quatro palavras, porque elas voam na face até mesmo do que eu vos disse há uma semana atrás: responsabilidade, estrutura e praticalidade. Então eu vou examiná-las por um minuto, mas antes de eu vos dar o real significado da razão de estares aqui – o porquê estareis sentados aqui, nestas cadeiras, em 08-08-08 – deixai-me vos dizer um pouquinho acerca destas coisas, para que possas ter um equilíbrio.

Responsabilidade. A quem deveis ser responsáveis? Para que? Responsabilidade, o oito de responsabilidade. Eu vos digo que cada ser humano vem a esta Terra com um único objetivo: aprender a sua lição de vida. Eles a trabalham. Nós vos dissemos antes que uma vez descoberta, continuam a trabalhá-la. Eles podem tê-la entendido completamente, mas então devem trabalhá-la. Assim como o matemático que tem um quebra-cabeças diante de si, ele não sabe a resposta, ele não sabe a resposta, e finalmente ele sabe a resposta. O que ele faz? Ele a põe na equação e prossegue. Isso é o que fazeis aqui. A responsabilidade é, portanto, ser e trabalhar o quebra-cabeças da vida. A responsabilidade não é necessariamente ser o curador, trabalhar com as crianças, encontrar a alma gêmea nem isto nem aquilo. Essas coisas são acrescentadas às vossas vidas à medida em que solucionais as vossas lições de vida. Sincronicidade ocorre e vos leva a estas coisas. Esta é a manifestação do número oito.

O oito, dentre todos os números, é aquele que tem a maior estrutura. Tem o mais prático equilíbrio. Podes dizer que equilíbrio prático e estrutura não cabem num sistema de crenças esotérico, onde let go and let God e todas essas outras coisas não cabem. Até mesmo Kryon disse que não deveis pensar que sabeis as coisas nem que as entendeis em 3-D. Deveis apenas ser. Deixai o poder interdimensional que chega até vós vos liberar e tomar o controle, eu vos disse. Como estruturar pode caber aí? Eu vos direi. Talvez agora entendeis como essas coisas se equilibram dentro do número oito, tal como acima, como embaixo. “A figura do número 8, seu símbolo de infinitude… há tanto aqui para olhar. Para que eu possa ensinar isto – estrutura, equilíbrio, praticalidade – eu pergunto quem foi o vosso maestro preferido. Olhai na História quem ele foi. Eu não vos pergunto a quem adorais. Eu digo isto, se eles estivessem vivos hoje, com quem gostaríeis de estar? Com Buda? Pacífico na sua existência. Alegre em seu ensinamento. Alinhado em nível quântico com todas as coisas, um ensinamento antigo. Seria com os hindus? Seria num estado iluminado, com um pé no outro lado do véu e o outro pé no outro lado? Seria um mestre hindu? Seria o Cristo? Seria alguém da linhagem do Havaí, que conhecia coisas grandiosas e magníficas e falava às massas? Seria alguém como Paramahansa Yogonanda? Quem é o vosso mestre favorito? Talvez aqueles que não foram mencionados? Eu gostaria que imaginassem por um momento que estais com eles. E agora vou perguntar estas questões acerca deles. São divinos? “Oh, sim!”, direis. São felizes? “Oh, sim!”. Quereis estar com eles e segurar as suas mãos agora mesmo? “Oh, sim!”. Ele seria meu mestre. Eu amaria isso! Agora eu vou perguntar isto: estais prontos, portanto, para receber a idéia de que eles dominam a praticalidade? O prático é isto: que eles são tão pacíficos e confortáveis em seu ser tridimensional que eles se permitem ser divinos; que eles caminham sobre a Terra exatamente como vós, mas eles possuem o dom do balanço. São estruturados o suficiente para estarem aqui e para terem alegria em suas vidas.

Escutai-me! Há aqueles aqui que não conhecem alegria. O sorriso, por alguma razão, simplesmente está indisponível. Se isso ocorre, então eu quero vos dizer, por que é assim, que não permitis o amor de Deus em vossos corações. Por que é isto, que os anjos podem sentar ao vosso lado e não lhes daria permissão para entrar? Será assim pelo resto de vossas vidas? Saireis daqui o mesmo, com uma legião de anjos que vos acompanharão, lemuriano? Anjos prontos para segurar as vossas mãos, vos deixar sorrir e sentir o amor do qual falamos! Eles não farão nada sem a vossa permissão. É isso prático? Ou tendes as vossas próprias agendas de ego? Podeis dizer, “eu não tenho uma agenda de ego!”. Realmente?! Se não deixais o amor de Deus entrar em vossas vidas, sim, a tendes! Sim, a tendes. Vós tendes uma agenda que põe um escudo que diz, “não me toques! Não vou sorrir hoje!”. Não é a razão pela qual viestes até aqui hoje! A vossa lição de vida, eu posso dizer, é que vos abrís, porque sois aqueles que farão grandes coisas. Há alguma coisa dentro, e sabeis disso, que se a abris, tudo se resolve, vós nunca sereis os mesmos e estais certos. Tereis a habilidade de sorrir todos os dias! Está bem? Está bem? Sabeis do que estou a vos falar. Eu sei quem está aqui. Nós não estamos separados por um palco nem por um equipamento eletrônico. Não sabeis que sentís essas coisas dentro de vós enquanto eu as falo? A ironia é que enquanto sentais aqui e escutais sobre os mestres que desejais ser, muitos de vós foram mestres! Chegarei lá!

Um dos atributos do número 8 é manifestação. Notai que eu o mencionei por último: responsabilidade, estrutura, praticalidade e manifestação. Sabeis que os humanos querem fazer? Querem reverter isso! Eles querem manifestar tudo o que querem! Se têm tempo, estudarão sobre responsabilidade e coisas práticas. Não é como funciona! Este é um pacote quântico. Todos eles devem estar juntos. Estais imobilizado? “Não tenho sido capaz de manifestar em minha vida”, podeis dizer. Senti-vos imóveis? Talvez tendes que parar de tentar manifestar, e tendes que sentir o amor de Deus em vossas vidas. Quando eu falo de “Deus” estou a falar do atributo espiritual da Família e da Herança que sois e que Tudo É, incluindo os anjos que sois no universo. É impossível para vós acreditar! Verdade? Mas sois eternos. Não há morte alguma. Oh, há a morte terrena.

Vêde as culturas em todo o planeta! Vêde o que ensinam! O que acontece na morte? É o vosso fim? Estais acabados? A resposta é não em muitas delas. Não! Intuitivamente sabeis melhor. O espírito vai a um outro lugar, não vai? Alguma coisa acontece, não acontece? Há uma tentativa de comunicação, não há? É intuitivo, a nível celular, que a morte não é o fim. Esta crença é sustentada pelas culturas da terra, quase uniformemente, não importa aonde ides.

Eu quero vos dizer algo. Tudo bem. Eu quero chegar à razão de vossa presença aqui: o que o número oito significa para mim. Como Kryon eu abri a porta deste ensinamento para o meu parceiro há cerca de quatro anos atrás. Eu disse a ele que ele iria ensinar sobre as 12 camadas de interdimensonais de DNA. Para começar isso, eu disse a ele para procurar a ajuda da professora Bárbara, que está aqui. Ele a procurou. Durante um processo de 4 anos eu dei a ele todas as camadas de DNA, todos os seus nomes hebreus, o que fazem, as suas funções e a história atrás disso. Eu disse a ele para ensinar isso, e ele o ensinou durante um ano inteiro. Eu disse a ele para parar e começar a escrever um livro, que explique as mesmas coisas, e ele o escreveu. Agora eu quero revelar o que a camada oito realmente é.

Agora é quando ides começar a sentir a epifania, a sincronicidade. Por que hoje? Por que agora? Por que nesta sala? Por que Kryon? Escutai isto! Camadas 7 e 8 do DNA, conforme o nosso ensinamento, foram dadas à humanidade pelos pleiadianos. São as duas camadas lemurianas. Isto não aconteceu hoje para facilitar esta sessão particular em 08-08-08. Isto tem sido trabalhado por um tempo bastante longo. Aqui sentais, com a ativação da camada 8. Eu vos digo o que ela é. Caso não vos lembrais mais o que ela é, lembrareis novamente. Rochev Baaravot é o nome hebreu da camada número 8, é a segunda camada lemuriana, uma que foi dados pelos pleiadianos, é camada espiritual que contem o akash da raça humana, o registro espiritual akáshico de cada ser humano no planeta. Um dos nomes é “cavaleiros da luz”, normalmente interpretado como trabalhadores da luz.

Em Lemúria significa sabedoria e responsabilidade, porque é o akash. Então agora eu vos dou algo que vindes escutar: o significado do número oito – especialmente hoje, em 08-08-08 – é acerca de vós e vossos DNAs e sua ativação. “Oh, que legal Kryon, mas o que isso realmente significa?” Oh, vamos juntar estas peças por um momento. Vamos conectar estes pontos por um momento. Lenbrai-vos onde estais! Estais no topo das montanhas de Lémuria (o Havaí é o que restou daquele grande continente)! Aqui é onde isso aconteceu! Aqui é onde os pleiadianos trabalharam. Que coincidência que estais aqui! (Kryon brinca, ao pronunciá-la, com a palavra coincidência, fazendo a platéia rir). Ah, humor de Kryon! Não entendestes isto ainda? Há mais. Oh, há mais! O que é o registro akáshico para vós? Direis, “é a idéia de um registro de todas as minhas vidas passadas sobre o planeta”, para aqueles de vós que acreditam nisso. E como o raciocínio iria, é algo intocável. É um regsitro! Pensais que um registro é um arquivo que procurais num grande livro e ides até mesmo consultar um leitor para ler as vidas passadas. Quem fostes em vossas vidas passadas imediatas? “Qual foi a mais energética? Qual foi a mais aristocrática?”, podeis perguntar. Ele iriam ler o akash em vossos DNAs e iriam vos dar a informação como se estivessem a abrir um livro enorme. E eu vos digo, “oh, o quão tridimensional de vós”! Não é sequer um livro! Vejai bem! O registro akáshico não é um arquivo; é uma energia vossa. Escutai-me. Eu vos disse isto antes: o Espírito vos vê como uma coleção de todas as energias que vós já fostes neste planeta, porque as carrega convosco em vossos DNAs.

Sabeis o que permite o desenvolvimento de lições de vida? Responsabilidade, sabeis o que a desenvolve? É o que fostes, o que alcançastes e o que ainda deves fazer. Estes são os catalizadores para as lições de vida no planeta. Vejai que o registro akáshico está vivo. Tudo o que já fizestes ainda está lá. Ainda está a acontecer. Tem quer ser assim, porque é interdimensional. Não há tempo nenhum num ambiente interdimensional. Vós estais num estado quântico como registro akáshico. Isso significa que está sempre a acontecer.

Eu vos dei uma canalização há pouco tempo atrás e eu quero que o meu parceiro a elabore a ensine neste próximo ano sobre o akash. Eu vos dou um visão disso neste momento. O registro akáshico não é simplesmente o passado nem é simplesmente um arquivo. Se ele em verdade reside em vós e está vivo e disponível, para que então pensais que deveis usá-lo? A resposta é que esta é a nova energia e nesta nova energia sois solicitados para ir até o akash e com o vosso conhecimento espiritual, enquanto está camada é ativada, sereis capazes de ir até ele e pegar a sabedoria que tendes aprendido desde Lemúria. Está colada em vós. Trazei-a do passado -- em vossa linha de tempo tridimensional -- e a usai. É profundo!

“Kryon, o que isso tem a ver com 2012?” Muito! Este 08-08-08 não está simplesmente atravessando o olho da agulha entre dois eclipses. Há muito mais aí! Quando se refere a Gaia, Gaia está se preparando para aumentar a sua taxa vibratória. Há alguns que dizem que 08-08-08 é um 2012 antecipado. Não é! É a reação humana à chegada de 2012. É a preparação. É a ativação da oitava camada de DNA. Gaia é Gaia. Nas suas cavernas, os maias fizeram as suas observações e viram claramente a rotação de energia no planeta, tanto para cima quanto para baixo. É o que eles escreveram. É o que colocaram nos seus glifos para que qualquer um os pudesse ler. 2012 não é algum horror que vos visitará. Não haverá morte sobre a Terra. Não é o fim do mundo. É o começo, o começo, de um aumento de vibração no planeta que durará uma geração inteira. Isso é o que 2012 é!

08-08-08 e 09-09-09 são eventos energéticos a levar a humanidade, através de prepação e ativação, para a energia de 2012. Nós vos disssemos isto há 20 anos atrás! Nós vos dissemos isto em 1989. Nós vos dissemos que podeis ter paz sobre a terra e que haveria aqueles que a criariam. Nós vos dissemos sobre Lemúria. Nós vos dissemos sobre a montanha aqui e aqui estais!

Estamos quase terminados! Agora o pagamento! Eu quero que ponhais os pedaços juntos. Eu quero que conecteis os pontos. O que registro akáshico é realmente para vós? Vamos usar a palavra que é aplicável àqueles nesta sala: ancestralidade. Eu disse antes hoje: vós sois os vossos próprios ancestrais, queridos lemurianos. Como vos sentis estando convosco novamente? Se honrais os vossos ancestrais sobre este planeta, então já é tempo de vos reverenciar num jeito que abre os vossos corações e vos dá entendimento de que tudo o que foi e toda a sabedoria estão disponíveis mais uma vez, se apenas cavais um pouco mais. Isso requererá alguma estrutura e responsabilidade. Talvez isso vos levará a serdes mais práticos. Talvez isso vos fará aceitar a vossa maestria durante a caminhada e não escondê-la.

Dentre vós 14 têm um pano que vos foi mostrado. Foi mostrado a 14 de vós aqui o que fazer. Estais a questionar, “é isso correto, Kryon?” Eu vos digo sim, meus queridos. Sabeis como podeis dizer se (algo) é certo ou errado? Porque tendes compaixão no plano e há amor no plano. Há uma doçura e uma paz no plano. Não há ansiedade no plano. Eu acabei de vos dar o segredo de saber o que fazer.

Abençoado é o ser humano aqui que escutou e entendeu estas palavras. Há tanto mais a colher dentro de vossos prórpios DNAs! Foi mencionado hoje como. É possível que os oito grupos que se espalharam a partir daqui, que construíram no mundo a civilização, estão representados nesta sala. Não foi intuição; foi canalização. É assim! É assim…! Podeis aceitar a grandiosidade disso? Oh, havia outros. Havia outros. A nação lemuriana foi admirável, mas eles pegaram a sua elite e a enviaram mundo afora. Pegaram os artisticamrente dotados, os cientistas, e os mandaram mundo afora em oito direções. Vós sois parte disso! Sim…! Estas coisas não estão escondidas de modo que tenhais que pegar estas coisas em alguma sessão privada de algum canalizador que senta sobre um palco; estas cosias estão disponíveis para vós. Pensai nisto: de onde isto vem? Vem intuitivamente de vossos próprios DNAs. Prestai atenção às mensagens do Espírito! Prestai atenção às mensagens dos ancestrais, são vós falando a vós! São vós falando a vós! É sabedoria. É responsabilidade. É equilíbrio. Isso é o número 8! Isso é o que está acontecendo hoje: um câmbio, uma inauguração, se o quereis. A razão porque mencionei estas coisas é porque vos fechais ao amor de Deus. É para vos mostrar o quanto o livre arbítrio é importante para nós. Nós não vos forçamos a nada. Podeis caminhar pelo resto de vossas vidas na escuridão, se assim quereis; e quando chegardes ao outro lado, nós vos amaremos tanto! O mesmo número de anjos sairão convosco assim como sairão com o trabalhador da luz, com o curador e com o sábio. Vós sois amados além de qualquer medida. Vós sois amados universalmente. Essa é a vossa linhagem!

O outro lado do véu está assistindo o que fazeis a seguir. Tomarieis uma corrida com isto? Acreditarieis nisto? Sentirieis isto? Nós veremos, não veremos? Queridamente amados vós sois. É duro sair! Este é Kryon! Eu nunca fui um ser humano. E vós me deixais vir através de um ser humano por um breve instante e eu sinto, por um breve instante, o que sentís. E assim eu posso sentir o amor que eu tenho por vós: através de um humano, por um breve tempo. É grandioso! É perfeito! É pleno de compaixão!

Isto não acabou!

E assim é!

Kryon!

Transcrição e Tradução: Marcus Pinheiro de Castro
Fonte: https://www.kryon.com/Audio/Hawaii_Main-8-8-8.mp3

 

Gostou! Indique para seus amigos.
 


|Topo da Página| - |Voltar Menu Kryon| |Voltar Home|